• marketing68317

Alimentação e Imunidade em Tempos de Pandemia


No cenário atual, onde o mundo enfrenta uma pandemia causada pelo novo corona vírus, muitas pessoas estão buscando reforçar a imunidade do organismo através da alimentação. É importante alertar que não existe um alimento milagroso que possa prevenir ou curar a COVID-19, mas é totalmente possível fortalecer o sistema imunológico com a ingestão de vitaminas e antioxidantes dentro de uma dieta equilibrada para que o corpo consiga se defender da melhor forma caso seja infectado.

O consumo de alguns alimentos fontes de vitaminas A (abóbora, cenoura, manga, caqui, gema de ovo, leite e derivados) C (laranja, kiwi, acerola, brócolis, couve) e E (semente de girassol, amendoim, amêndoas e nozes, óleos de milho e soja, gérmen de trigo, azeite de oliva, vegetais de folhas verdes, fígado, gema de ovo), estimulam a produção de glóbulos brancos, células que combatem diversas infecções.

Os alimentos ricos em vitamina B6 (cereais integrais, sementes de girassol, feijão, carnes, abacate, folhosos verdes escuros) tem importante ação bactericida e expectorante natural e auxilia na diminuição da inflamação e dor. Os alimentos fonte de vitamina E e zinco (frutos do mar, nozes e grãos integrais) são fontes de ácidos graxos insaturados e fibras que atuam no controle cardiovascular, de inflamações sistêmicas e de composição corporal.

Apesar da alimentação ter uma grande participação no fortalecimento do sistema imune, outros elementos são importantes para melhorar nossa imunidade como a qualidade do sono, prática de atividades físicas, exposição ao sol de forma adequada e evitar o estresse.


Referência: Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 4, apr. 2021


Mariana Tiemi Hara CRN 23.824

Nutricionista Pós-graduada em Fisiologia do Exercício

Especializada em atendimento Materno-infantil, obesidade e qualidade de vida

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo